Transtornos Alimentares

 

  O que é:

Os transtornos alimentares caracterizam-se por severas perturbações no comportamento alimentar. Podem estar presentes desde a primeira infância: inapetência, vômitos, ritualizações e seletividade de alimentos, pica (consiste no transtorno de comer persistentemente substâncias não nutritivas como terra e lasca de tinta das paredes).
Na adolescência e no adulto jovem, as principais perturbações são: Anorexia nervosa, Bulimia nervosa, Hipergafia associada a perturbações psicológicas, vômitos associados a outras perturbações psicológicas.

Transtornos Inespecíficos:
- A anorexia nervosa: é caracterizada por severas perturbações no comportamento alimentar, recusa a manter o peso corporal, recusa alimentar e perturbação na percepção da imagem corporal. Afeta muito mais as pessoas jovens (entre 15 a 25 anos) e do sexo feminino;
- A bulemia nervosa: é caracterizada por episódios repetidos de compulsões alimentares seguidas de comportamento compensatório, tais como vômitos auto induzidos, uso de laxantes e diuréticos, jejum e exercícios excessivos.

Uma perturbação na percepção da forma e do peso corporal é a característica essencial tanto da Anorexia Nervosa quanto da Bulimia Nervosa.


  Principais Sintomas:

Voracidade - o comer exageradamente, obesidade, sintomas de desajustes e conflitos emocionais geradores de ansiedade. Na Anorexia os principais sintomas são: recusa alimentar e perturbação na percepção da imagem corporal. Na Bulimia os principais sintomas são os episódios repetidos de compulsões alimentares seguidas de comportamento compensatório.


  Tratamento:

A associação do tratamento psicológico (psicoterapia) com o psiquiátrico (medicamento) é o que apresenta melhor resultado.
Nos casos graves, com risco de morte, a internação se faz necessária.