Depende dos sintomas apresentados. Quando os sintomas são ainda leves e se trata de questões existenciais, deve ser procurado um psicólogo. Já em casos em que os sintomas passam a comprometer o desempenho diário do indivíduo é necessária a intervenção por meio de medicação, nestes casos se faz necessário envolvimento de um psiquiatra.